Archive for fevereiro, 2010

Fogos de artifício provocam incêndio em antigo portal da Cidade de Zhengding na Província de Hebei na China – 18.02.2010

Um velho ditado chinês diz que extrema alegria gera tristeza.

Esse foi o caso na noite do dia 18.02.2010 quando fogos de artifício incendiaram o último portal antigo na cidade de Zhengding, na província de Hebei, norte da China.

O incêndio na torre, no portão sul da antiga muralha da cidade Zhengding, teve início às 20h19, e foi debelado em torno da meia-noite. Sem deixar vítimas ou feridos.

Pelo menos 17 carros do Corpo de Bombeiros local conseguiram apagar o fogo depois de quase quatro horas de trabalho. O incêndio destruiu o piso superior e as fundações do portal foram severamente danificadas.

Um funcionário do departamento de relíquias culturais de Zhengding, Sr. Wang, disse que o portal será reconstruído.  Adiante Wang disse que as autoridades irão reforçar a segurança em torno de relíquias culturais e manter fogos de artifício a uma distância de no mínimo 100 metros das mesmas.

A cidade velha de Zhengding tem mais de 1600 anos de história. A movimentação de terra para a construção de uma fortificação começou no período Jin Oriental, os trabalhos em pedra começaram no período Zhou do Norte, e foram expandidos durante a Dinastia Tang em uma construção de terra. Posteriormente os trabalhos de fortificação foram expandidos durante a dinastia Ming em 24 li (1 li=1/2km), agora em tijolos. Hoje os poucos trechos da antiga muralha da cidade de Zhengding remanescentes são relíquias da dinastia Ming. As quatro portas mais imponentes cidade de Zhengding eram: a Porta Leste de Yingxu , alterado posteriormente para Huancui, a Porta Sul de Changle, a Porta Oeste Zhenyuan, e a Porta Norte de Yongan. Ao longo de anos de erosão, os portões norte e oeste perderam a sua antiga glória. O portão leste foi perdido através da construção decorrente da expansão da cidade.

O atual portão sul, com 50 metros de muros da cidade de cada lado, foi restaurado em 2001 através de uma iniciativa de funcionários de Zhengding que apelaram aos moradores da cidade para doar tijolos antigos.  Foram investidos 3,99 milhões de RMB para a restauração desta relíquia. Este trabalho foi praticamente perdido com o recente incêndio…

De acordo com o “CHINA News Service”, em release de 19 de fevereiro, as autoridades locais disseram que uma investigação preliminar confirmou que os fogos de artifício atearam fogo ao portal. O relatório não informou se os responsáveis foram presos.

O incêndio deste portal trouxe de volta as lembranças de alguns dos incêndios do ano passado, como o que aconteceu no recém-concluído complexo da China Central Television (CCTV) em Pequim, cujo incêndio também iniciado por fogos de artifício. O edifício de 30 andares, projetado pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas, foi consumido pelas chamas no dia 9 de fevereiro de 2009, durante o Festival de Lanternas da China. O incêndio matou um bombeiro e feriu outros seis, bem como feriu dois trabalhadores da construção civil.

Um relato sobre este sinistro consta deste Blog e pode ser visto no link: Sinistro do Hotel Mandarin em Beijing – vídeos amadores registram a gênese desta catástrofe – 09.02.2009. Naquele sinistro registraram-se perdas financeiras que totalizaram 163,83 milhões de RMB (aproximadamente US$ 24 milhões). Um total de 71 pessoas, incluindo Zhao Huayong, ex-chefe da CCTV, e seu vice, Li Xiaoming, foram responsabilizadas pelo fogo, conforme anúncio recente do Conselho de Estado Chinês.
Os últimos números divulgados pelo governo municipal de Pequim mostram que 90 incêndios ocorreram na capital em 2010. Um total de 347 acidentes causados por fogos de artifício foram registrados entre a noite de Ano Novo e o dia 18 de fevereiro, quando ocorreu o sinistro de Zhengding. Enquanto isso, o jornal Nanjing Morning Post também informou em 19 de fevereiro que os hospitais em todo o leste da cidade registraram o atendimento de muitas vítimas de acidentes causados por fogos de artifício.

Autoridades chinesas detonaram fogos de artifício ilegais apreendidos durante o último feriado do Ano Novo Lunar em Pequim. Segundo autoridades locais, 35 pessoas foram mortas em incêndios durante a semana de férias, em virtude de incêndios provocados por pessoas que soltaram fogos de artifício ilegalmente. O governo chinês estima que esses incêndios causaram mais de US$ 4,2 milhões em prejuízos para o país.

Anúncios

fevereiro 25, 2010 at 10:21 pm Deixe um comentário

Explosão destrói Usina Termoelétrica em construção em Middletown, matando 5 pessoas e ferindo outras – 07.02.2010

Dia 07.02.2010 às 11h17 EST ocorreu uma grande explosão na usina termo elétrica que a Kleen Sistemas de Energia em Middletown, Connecticut, Estados Unidos, está construindo. Relatórios preliminares atribuíram a causa da explosão a um teste de sistemas da usina.

Esta usina está em construção desde fevereiro de 2008, e estava programada para começar a fornecer energia em junho de 2010. Embora os relatórios iniciais estimassem em até 250 pessoas feridas na explosão, o número de feridos acabou sendo de 27.

A polícia havia informado inicialmente que dois trabalhadores morreram, mais depois retirou essa afirmação, citando uma má interpretação. O gabinete do prefeito de Middletown divulgou mais tarde um comunicado dizendo que cinco pessoas morreram na explosão.

O Federal Bureau of Investigation (FBI) disse que não estava investigando o incidente como tendo sido um ataque terrorista, e que não havia nenhuma evidência para sugerir que tivesse sido um.

A explosão ocorreu na usina de ciclo combinado a gás natural de 620-megawatt, fornecida pela Siemens. Uma usina deste tipo é composta por turbinas acopladas a geradores, neste caso turbinas a gás, cujo escapamento é conduzido às caldeiras de recuperação que geram vapor para o segundo ciclo da usina, composto por turbo geradores a vapor.

A explosão ocorreu na área que fica entre estas duas caldeiras de recuperação e atingiu toda a casa de força que sofreu pesados danos e cuja cobertura lateral foi em grande parte destruída. Nas fotos o espaço onde ocorreu a explosão pode ser visualizado facilmente, pois fica entre as duas chaminés.

O gerente da usina, Gordon Holk, disse que os empreiteiros e outros trabalhadores de O & G Industries, Ducci Elétrica e Mecânica Elétrica Keystone estavam no local quando a explosão ocorreu.  Foi relatada a ocorrência prévia de chamas provenientes de uma tubulação de gás, que se mantiveram até que o gás foi desligado.

A explosão ocorreu na parte de trás da maior construção do complexo (hall do prédio da turbina), que foi severamente danificado.  Alguns moradores relataram tremores tipo terremoto sentidos até 16 km de distância, embora a explosão não tenha sido sismicamente detectável. Outros moradores da área relataram que era mais como um estrondo sônico.

Os feridos foram atendidos em hospitais locais. O pessoal de socorro de emergência e cerca de 20 ambulâncias acorreram ao local logo após a explosão. Helicópteros foram usados para o transporte de vítimas, enquanto equipes de busca e salvamento vasculharam os escombros com cães treinados. Um representante do Hospital Middlesex, em Middletown, disse que estava recebendo pacientes da explosão. Pelo menos uma vítima também foi levada ao Hospital Hartford.

Por volta da 1h30, hora local, pelo menos 100 bombeiros estavam no local e o fogo foi extinto. A Governadora de Connecticut, Jodi Rell, foi mantida informada pelas autoridades e engajou o Centro de Gerenciamento de Emergência do Estado. Mais tarde ela viajou para o local da explosão.

A Polícia Estadual de Connecticut disse que estavam sendo enviados detetives para investigar a explosão. Funcionários do resgate retiraram os repórteres da usina sinistrada, pois poderiam ocorrer vazamentos de materiais perigosos.

Pessoal da Força Tarefa Anti Terrorismo também compareceu ao local da explosão, mas só foram lá para acompanhar como os funcionários do governo local conduziam o inquérito.

O Federal Chemical Safety Board (Conselho Federal de Segurança Química) enviou uma equipe de sete pessoas para o local. Eles deveriam ficar na usina sinistrada até segunda-feira, dia 8 de fevereiro, mas o seu acesso acabou sendo negado…

O prefeito de Middletown disse que a usina será reconstruída, declaração esta confirmada por um funcionário da Kleen Energy, que disse que a construção será retomada uma vez que a investigação sobre o incidente tenha sido concluída.

O inquérito sobre o incidente começou um dia após a explosão, e está sendo conduzido no local dos acontecimentos pelas agências estaduais e federais envolvidas. A expectativa é de que as investigações se concentrem na possibilidade de ter ocorrido erro humano ou que os protocolos de segurança aplicados tenham sido insuficientes. Em particular, de acordo com o Bombeiro-Chefe local, o inquérito irá analisar se a energia elétrica foi cortada na área, se os trabalhadores tinham sido evacuados antes da purga da linha de gás, e se havia alguma fonte de ignição no local.

Vários dias antes da explosão, o Conselho Federal de Segurança Química aprovou novas recomendações sobre a purga de linhas de gás nos Estados Unidos após uma explosão em uma fábrica de alimentos na Carolina do Norte em 2009, que matou quatro pessoas. Apesar do interesse do Conselho Federal de Segurança Química no caso, um porta-voz seu disse em 9 de fevereiro que o acesso para sua equipe de investigadores ao local da explosão foi negado, com o fundamento de que a área era a cena de um crime…

fevereiro 24, 2010 at 3:04 pm Deixe um comentário


fevereiro 2010
S T Q Q S S D
« nov   mar »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Blog Stats

  • 85,491 hits

Tópicos recentes

Páginas

mais acessados

  • Nenhum